sábado, 8 de abril de 2017

No Hospital de Araioses falta até alicate: Paciente é encaminhada para oficina mecânica!

Na manhã de hoje (08/04), o redator que vos fala precisou ajudar em um atendimento médico, em que uma vizinha, moradora aqui do bairro Alto São Manoel, onde se encontra o escritório do Panorama, passou mal, com um inchaço em seu braço, que se prolongou até os dedos. Em um desses dedos havia um anel, e por conta do edema, o acessório ficou preso ao seu corpo, causando fortes dores. Até aí, um incidente normal.
Resultado de imagem para alicate de corte
Alicate de corte – Imagem: Loja do Mecânico
O que não é normal (mas bastante comum), é o fato de a paciente ter procurado o Hospital Maternidade Nossa Senhora da Conceição, mas como não havia remédios para desinflamar, foi sugerido pelo próprio médico que a senhora procurasse uma oficina mecânica, ou algo do tipo, para que o anel fosse removido.
Indignada, a paciente voltou para casa, sem que nada fosse resolvido. Pouco tempo depois, a vítima começou a passar mal, e pelo fato de ela ser bastante amiga de meus pais, eu fiquei sabendo do ocorrido. Então, fui ao hospital, e solicitei que uma viatura fosse buscar a paciente em sua casa, visto que ontem, o prefeito inaugurou uma ambulância aqui em Araioses.
Um motorista (muito atencioso, por sinal) veio comigo à casa da senhora em um carro de passeio. Chegando lá, ela já estava praticamente desmaiada e sofrendo fortes dores. Então, seguimos para o hospital.
Ao chegarmos, os enfermeiros nos atenderam com extrema cordialidade, mas havia um problema: para remover o anel do dedo da paciente, era necessário um alicate de corte. O instrumento pode parecer simples, mas conseguir um foi muita “dor de cabeça”, visto que o centro de saúde não dispunha de tal ferramenta, ou algo análogo a ela.

Pode parecer um conto; ficção, mas infelizmente, essa é a realidade de Araioses, em que oficinas mecênicas são cogitadas para exercer o papel de hospital, e provedor de internet provê também instrumentos médicos.Foi então que eu e o enfermeiro conhecido como Teté, fizemos de tudo para conseguir um. Fui em casas de amigos, mas eles não tinham, em um comércio, mas não havia no estoque; o enfermeiro ligou para o seu pai e foi em uma empresa próxima do hospital, mas não obteve êxito. Foi então que vi que o escritório da Delta Connect (a fornecedora de internet via rádio do Panorama) estava aberto, e o nosso colega (e meu xará) Dhonatan Oliveira, emprestou um alicate, e o procedimento foi feito, dando fim à agonia da paciente. Felizmente senhora já está em casa e passa bem.
Fonte: Panorama

Em Parnaíba homem procura por carro roubado na porta de casa

Gostaria que você publicasse no seu blog o furto do meu carro, um fiat uno cor cinza duas portas ano 97 placa LWO 4274 que foi furtado da porta da minha casa, de ja eu lhe agradeço pela colaboração pois estou muito triste e preocupado, esse carro é meu único meio de transporte.


Estou tão trite pois tenho duas idosas em casa minha Mãe e minha Tia e sou eu k levo elas pra fazer exames e tudo mais, preciso tanto deste carro pois elas são acamadas.
Edição: Blog do Pessoa

Caixa libera saques do FGTS aos nascidos em março, abril e maio

Começa neste sábado (8) a segunda rodada de saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O início estava previsto apenas para segunda-feira (10), mas foi antecipado. Segundo o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, cerca de 2,3 milhões de trabalhadores vão receber os depósitos dos recursos a que têm direito diretamente em suas contas neste sábado.
Resultado de imagem para Caixa libera saques do FGTS
Esses depósitos marcam o início da segunda fase de saques das contas inativas do FGTS. Nesta fase, podem retirar os recursos os nascidos em março, abril e maio. Ao todo, 7,7 milhões de trabalhadores poderão fazer saques nesta segunda fase. Eles têm direito a um total de R$ 11,2 bilhões.
A primeira fase aconteceu ao longo do mês de março, quando puderam sacar recursos de contas inativas os nascidos em janeiro e fevereiro. O programa está previsto para se encerar em julho e, até lá, cerca de R$ 35 bilhões devem ser sacados dessas contas inativas.
Agências estarão abertas neste sábado
Occhi informou que, além dos depósitos direto nas contas, 2,1 mil agências e 200 salas de atendimento (dentro de agências) também vão funcionar neste sábado (8) para atender aos trabalhadores. Em Teresina abrirão a agência da Praça Rio Branco (no Centro), agência do Jóquei Clube (no Riverside), agência do Parque Piauí (na Henry Wall de Carvalho), agência da Areolino de Abreu (no Centro) e agência do Dirceu Arcoverde (na Joaquim Nelson).
No interior, outras cinco agências abrirão as portas para atender aos trabalhadores: São Raimundo Nonato (Praça Francisco Antônio),Piripiri (Centro), Floriano (Av. João Luiz Ferreira), Parnaíba (Praça da Graça) e Picos (Centro).
Na primeira etapa do programa, que contou com saques de R$ 5,9 bilhões (3,7 milhões de titulares de contas inativas do FGTS), 1,8 mil agências foram abertas no fim de semana.
A Caixa informou ainda que os clientes poderão agendar DOC (transferências eletrônicas) para contas de outros bancos. Esses agendamentos poderão ser feitos para a segunda-feira (10) e os recursos estarão disponíveis na conta do outro banco na terça (11).
Os chamados TEDs, transferências eletrônicas que permitem que os recursos caiam no mesmo dia em contas de outros bancos, não estará disponível neste sábado (8), pois só pode ser feito em dia útil, informou a Caixa.
Além disso, na próxima segunda (10), terça (11) e quarta-feira (12), as agências da Caixa vão abrir às 8h da manhã, duas horas mais cedo na maior parte das cidades, também com o objetivo de ajudar os titulares de contas inativas do FGTS no processo de saques dos valores.
Como sacar?
 Valores de até R$ 1.500 podem ser sacados no autoatendimento, mas para isso é preciso ter o Cartão Cidadão e senha. Para valores até R$ 3 mil, o saque pode ser realizado com o Cartão do Cidadão e senha no autoatendimento, lotéricas e correspondentes Caixa. Acima de R$ 3 mil, os saques devem ser feitos nas agências da Caixa.
Para facilidade no atendimento, os trabalhadores devem sempre ter em mãos o documento de identificação e Carteira de Trabalho, ou outro documento que comprove a rescisão de seu contrato. Para valores acima R$ 10 mil é obrigatória a apresentação de tais documentos.
Principais problemas
Segundo a Caixa, o principal problema no processo de saque das contas inativas do FGTS tem sido a ausência de registro da saída do trabalhador do seu emprego (que comprova que a conta é inativa) ou o não depósito dos valores nas contas pelos patrões.
No caso da falta do registro de saída do emprego, a Caixa informou que consegue resolver o problema. Entretanto, o trabalhador precisa levar ao banco a documentação necessária, mas há um prazo de 48 horas para o trabalhador poder efetuar o saque.
"Se o trabalhador tem toda comprovação da suas contas, tem o termo, a carteira profissional, mas eventualmente o empregador não fez o depósito, a orientação é que o trabalhador procure primeiro a empresa, o sindicato da sua categoria e a superintendência regional do trabalho", disse o presidente da Caixa, Gilberto Occhi.
O diretor-executivo de Fundos de Governo da instituição financeira, Valter Nunes, informou que houve "muito poucos" trabalhadores com demora no recebimento das contas inativas do FGTS por conta de "marcas" em suas contas, como, por exemplo, contas bloqueadas, ou que só tinha para fundos específicos. Mas acrescentou que o banco buscou resolver esses problemas para que não se repitam nessa segunda-fase do programa.

Fonte: G1 

No litoral, Tonet quer que Parnahyba aproveite desespero de Picos

Foto: Wilson Filho/Cidade Verde

Depois do empate fora de casa na estreia no returno, contra o 4 de Julho, o Parnahyba volta ao litoral para enfrentar a Sociedade Esportiva de Picos, neste sábado (8), às 17h, no Pedro Alelaf. Os visitantes já somam duas derrotas nesta fase da competição e precisam se reabilitar. 
Em entrevista para a Rádio Cidade Verde, o técnico Fernando Tonet disse ver na pressão sofrida por Picos não só a dificuldade, como também a oportunidade do Tubarão para alcançar a vitória. 
- A grande dificuldade do jogo de sábado vai ser devido a essas duas derrotas do Picos. Se a gente conseguir vencer, o Picos com mais uma derrota praticamente ele fica de fora da briga pelo 2º Turno. Exatamente por isso é que o jogo vai ser muito difícil. O Picos vai ter que somar pontos de qualquer maneira. E é nesse desespero do Picos, dessa obrigação deles terem de somar pontos, é que a gente vai apoiar o nosso time. A gente vai aproveitar esse momento para tentar tirar proveito e vencer a partida.
 Berg, que entrou no lugar do lateral Siderval, expulso no empate da semana passada contra o 4 de Julho, deve ser o titular do time. Contra o Zangão, Tonet quer manter a mesma equipe que vem disputando as últimas partidas. 
Fonte: Cidadeverde

Algodões: acordo no TJ garante pagamento de indenizações

No ano passado, o governador Wellington Dias  já havia autorizado, por meio da Lei nº 6.919, de 23 de dezembro de 2016, recursos no valor de R$ 60.000.000 (sessenta milhões de reais) para indenizar todas as vítimas da tragédia. Portanto, a referida audiência foi feita a homologação do acordo, que finalizará cerca de 600 ações judiciais contra a Emgerpi. Os valores serão  distribuídos pela Sasc,  conforme as perdas, e deverão ser entregues no prazo de 30 meses,através da Secretaria da Assistência Social e  Cidadania (Sasc).
O diretor-presidente da Emgerpi, Ricardo Pontes, falou que o acordo vai contemplar todas as ações movidas contra a empresa e o Estado e que isso só foi possível graças à sensibilidade do governador Wellington Dias, que encaminhou o projeto de lei que autoriza que essas famílias recebam seus direitos para que possam reorganizar suas vidas. "O sentimento de felicidade, certamente, está sendo compartilhado por todos as pessoas envolvidas no caso.
O secretário da Fazenda, Rafael Fonteles, que na ocasião representou o governador,  disse que  o governo  sempre se manteve sensível ao caso e trabalhou, mesmo em meio a crise financeira, para encerrar esse processo considerado o maior da historio do Piauí.
Estrago causado pelo rompimento da Barragem de Algodões (Foto: Magno Bonfim/Tv Clube)


"O chefe do executivo está muito feliz pelo encerramento do acordo, que é fruto do entendimento entre os poderes, agentes políticos e sociedade em geral", disse.
Segundo o Procurador de Justiça do Ministério Publico do Estado do Piauí (MPE-PI), Antônio Ivan e Silva,  esse acordo é algo histórico. "Estamos presenciando o final  de uma disputa judicial referente a maior catástrofe que abalou o nosso Estado. O MP-PI sairá daqui com a consciência tranquila do dever cumprido”, falou o Procurador, após parabenizar os trabalhos feitos pela PGE durante todo o processo. 
Para o presidente da Associação das Vítimas  e Amigos da Barragem  Algodões (Avaba), Corcino Medeiros, o acordo vai beneficiar 1.000 famílias.  "Me sinto vitorioso e confesso que estou muito emocionado, pois foram oito anos de muita luta, não apenas por justiça, mas pela própria vida. Agora tenho a certeza de que essas famílias poderão reconstruir suas vidas e a própria região", disse o presidente da Associação sobre a finalização do processo.
Durante a sessão, o procurador da Procuradoria Geral do Estado do Piauí (PGE), Kildere Ronne de Carvalho, aproveitou para externar sua alegria e falar sobre o empenho do governo estadual para buscar soluções. "Lembro bem da preocupação do governador Wellington Dias para encontar  maneiras que pudessem resolver esse processo. Afirmo que o acordo homologado hoje é resultado da sensibilidade que o governador sempre teve diante deste caso”, destacou.
Os trabalhos em sessão foram conduzidos pelo desembargador Luiz Gonzaga Brandão. Representantes dos três poderes, associados da Avaba e jornalistas marcaram presença na audiência.
Da Redação
redacao@cidadeverde.com