sábado, 18 de fevereiro de 2017

Morador de rua passa em 2º lugar em universidade federal

O morador em situação de rua, Mário Batista da Cruz Júnior, de 34 anos, é a prova de que é possível investir nos seus sonhos e vencer, mesmo que pareçam distantes, ou impossíveis.
 Reprodução/Inter TV Cabugi
Créditos: Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi
Morador de rua passou em segundo lugar em universidade pública
Ele tinha tudo para cair nas estatísticas da criminalidade. Mário, dorme num albergue, já foi usuário de drogas e sobrevive como vendedor ambulante. No ano passado ele decidiu voltar a estudar com livros emprestados.
Mário fez a prova do Enem e foi aprovado em segundo lugar para o curso de Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Ele já fez a matrícula.

Mário voltou a estudar há alguns meses, com livros emprestados.
Ele pega a maioria dos livros emprestada de uma minibiblioteca do Coletivo For All, instalada no ‘caminhódromo’ do bairro Cohabinal, em Parnamirim.
A vida
Hoje, Mário Batista dorme todos os dias no Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop) de Parnamirim, na Grande Natal, mas pretende conseguir uma vaga na residência universitária.
Ele precisa chegar todos os dias no início da tarde para garantir uma das 26 vagas do Centro Pop.
Lá, além de poder tomar banho, comer e dormir, ele tem atendimento social, jurídico e psicológico e pode participar de atividades pedagógicas.
Dependência química
Ele se envolveu ainda jovem com drogas e álcool e, por causa do vício, largou os estudos.
O morador de rua conta que começou a beber quando tinha nove anos.
Futuro
O calouro de Administração não tem medo de novos desafios.
“Vou fazer de tudo para estabilizar a minha vida, conseguir firmar meus pés nessa nova fase de estudo, refazer os laços familiares e ter dignidade de verdade.”
Ele ganhou o reconhecimento das pessoas da região onde vive.
“Vale a pena a gente investir, e acreditar, e oferecer essa oportunidade aos moradores de rua”, disse Elienai Cartaxo, secretária de Assistência Social do município.
Foto: Divulgação / Secretaria Municipal de Assistência Social de Parnamirim
Foto: Divulgação / Secretaria Municipal de Assistência Social de Parnamirim
Com informações do G1

Horário de verão acaba à meia-noite deste sábado (18)

O horário de verão acaba à meia-noite deste sábado (18). Os relógios deverão ser atrasados em uma hora no Distrito Federal e em dez Estados.
A medida, que teve início no dia 16 de outubro de 2016, mudou os ponteiros nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, além do DF.
O horário de verão é adotado hoje a partir do terceiro domingo de outubro até o terceiro domingo de fevereiro. O objetivo é aproveitar por mais tempo a claridade do dia e economizar energia elétrica entre o fim da tarde e o início da noite.
A medida foi adotada pela primeira vez no Brasil em 1931. De lá para cá, houve uma inconstância – em vários períodos a mudança não foi determinada. Só em 1985 o horário de verão passou a ser anual – no início, de abrangência nacional.
(Com informações da VEJA.com)

Mulher é levada ao hospital após acidente entre carro e moto

Acidente ocorreu no início da tarde desta sexta-feira na Av. Álvaro Mendes em frente a funerária Paz União. Segundo populares uma mulher em uma moto foi colhida por um carro quando saía da garagem para entrar na citada avenida.

A mulher que não teve identidade revelada; sofreu escoriações, ferimentos e precisou de atendimento médico do SAMU. A equipe de urgência socorreu a vítima que também foi assistida pelo condutor do veículo.


A Polícia Militar não foi acionada pelas partes envolvidas e a moto retirada do local. Esse procedimento influi na responsabilidade e dificulta ações posteriores, como indenização, seguro e etc. As autoridades recomendam que a cena do ocorrido seja preservada.

Por: Denílson Freitas/Blog do Pessoa

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Após assaltos, dupla se envolve em acidente e um acaba preso

Airton Cunha de Sousa de 22 anos, foi preso depois de realizar um assalto na Rua Guaporé no bairro Pindorama em Parnaíba. Após praticar o assalto à dupla em uma moto Pop de cor vermelha na tentativa de fugir colidiram com uma moto Bros no cruzamento da Rua caiapós com Rua Itaúna, com a batida a dupla foi ao chão juntamente com o condutor da Bros. Rapidamente a população que estava próximo ao acidente resolveu imobilizar um dos suspeitos que deixou cair um revolver calibre “22”, na confusão um dos suspeitos conseguiu fugir.


A polícia chegou rápido e conseguiu evitar que Airton fosse linchado pela população. O condutor da moto Bros que não teve seu nome revelado, recebeu os primeiros socorros de uma equipe do Samu e foi conduzido ao Hospital Regional Dirceu Arcoverde. 


Airton que já é um velho conhecido da polícia na pratica de assaltos sofreu alguns ferimentos pelo corpo, o mesmo foi encaminhado para a Central de Flagrantes onde deve ser apresentado para o delegado de plantão.




















































Airton Cunha de Sousa de 22 anos é quase inquilino das prisões. Foi preso em dezembro de 2016 e já se encontrava em livre arbítrio em meados de 2017. Com essas leis os bandidos se aproveitam. 
                                 Airton Cunha preso acusado de assalto


Em prisão realizada em Janeiro de 2015.

TSE cassa tempo de propaganda de partidos que não promoveram as mulheres

A notícia da decisão dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de hoje, punindo com o cortes cassa tempo de partidos que não promoveram a participação política feminina.
O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, nesta quinta-feira (16), cassar o tempo de propaganda de nove partidos políticos (PRB, PHS, PT, PSB, PSC, PMDB, PC do B, PR, e PSD) que descumpriram regra segundo a qual as legendas devem utilizar 10% do seu tempo de propaganda gratuita no rádio e na televisão para incentivar a participação feminina na política. Também motivaram as representações a realização de propaganda eleitoral antecipada ou a promoção pessoal de filiados.
A regra que visa difundir a participação feminina está prevista na Lei dos Partidos Políticos (Lei nº 9.096/95, artigo 45, parágrafo 2º, inciso II), que determina que a perda do tempo de propaganda deve ser no semestre seguinte ao da veiculação ilícita e equivalente a cinco vezes ao tempo divulgado irregularmente. Ou seja, essas legendas perderão, proporcionalmente, o tempo de inserções a que teriam direito no primeiro semestre de 2017.
O relator das representações é o ministro Herman Benjamim, que defendeu, em seu voto, que não basta o candidato falar sobre violência sexual ou assédio à mulher para que, com isto, esteja cumprida a exigência legal. Segundo o ministro, o intuito da lei não é usar o tempo da propaganda político-partidária para informar às mulheres o que vem sendo proposto em seu favor nas casas legislativas por seus representantes do sexo masculino, ou promover campanhas sobre os direitos da mulher, mas sim incentivá-las a se engajarem na vida partidária. “Penso que o objetivo da lei é acabar com o sistema em que os homens se autointitulam representantes naturais da mulher. A norma pretende fazer a mulher reconhecer que ela é cidadã igual ao homem, com voz própria para defender seus direitos”, disse ele.
O ministro Herman destacou ainda que “o candidato homem pode e deve criticar a violência contra a mulher, mas isso não significa que os objetivos da lei estejam sendo cumpridos”.
Ele também reconheceu que alguns desses partidos têm um histórico de compromisso explícito com a defesa das mulheres; no entanto, ainda assim, não cumpriram o tempo mínimo com a finalidade que a lei exige. “Não basta substituir ou buscar substituir as obrigações legais como se elas fossem fungíveis”, enfatizou.
Durante o julgamento, as representações contra o DEM, PP e PTB foram consideradas improcedentes, por unanimidade. A representação movida pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) contra o PV pelos mesmos motivos foi retirada de pauta e oportunamente voltará a ser apreciada.
Confira, abaixo, o tempo perdido por cada uma das nove legendas:
PRB – 20 minutos
PHS – 10 minutos
PT – 25 minutos
PSB – 20 minutos
PSC – 20 minutos
PMDB – 20 minutos
PC do B – 20 minutos
PR – 20 minutos
PSD – 20 minutos
Fonte: DN

Jovem morre eletrocutado ao invadir criadouro de peixes, em Parnaíba

O jovem Leonardo Pereira de Carvalho, 23 anos, morreu após descarga elétrica por volta das 20hs30 desta quinta-feira (16/02) no povoado Alto do Batista, zona rural de Parnaíba. Segundo informações da Polícia Militar, Carvalho tentou invadir uma propriedade particular onde há criatório de peixes e ao tocar na cerca elétrica acabou não resistindo a descarga de energia e morreu no local.
Leonardo Pereira de Carvalho
Uma guarnição da Polícia Militar, comandada pelo sargento Athayde, isolou o local. Leonardo Carvalho caiu dentro de um tanque com tilápias e foi retirado. O tanque é alambrado de uma cerca ligada a energia elétrica. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência constatou que de fato o homem tinha morrido. A perícia criminal realizou os procedimentos e o corpo foi removido.
Por Daniel Santos

Mostra do Sesc homenageia Assis Brasil, escritor Parnaibano

A Mostra estará aberta ao público durante o mês de fevereiro
Um bate papo com o escritor Assis Brasil e a historiadora e estudante de Letras Português, Ana Júlia Bispo, marca a abertura da mostra “Assis Brasil: 88 anos do cigano erudito”. Será às 9h no auditório “Álvaro Salmito”, no Sesc Centro, em Teresina.

A data foi escolhida para lembrar o aniversário do escritor Assis Brasil, dia 18 de fevereiro. O escritor piauiense é membro da Academia Piauiense de Letras. Romancista, cronista, crítico literário e jornalista. Atuou como crítico literário no jornal do Brasil, Diário de Notícias, Correio da Manhã e jornal O Globo. Também colaborou nas revistas O Cruzeiro, Enciclopédia Bloch e na Revista do Livro.

Tem mais de 100 obras publicadas, entre elas Beira Rio Beira Vida (1965), “A Filho do Meio Quilo” (1966), “O Salto do Cavalo Cobridor e Pacamão” (Tetralogia Piauiense), “Os que bebem como cães” (Ciclo do Terror), “Nassau, Sangue e Amor nos Trópicos”, “Jovita e Tiradentes” (romances históricos).

A Mostra vai proporcionar o acesso do público às obras de Assis Brasil. “Os visitantes vão conhecer também um pouco da história da vida do autor piauiense e a riqueza da literatura piauiense”, destaca a coordenadora de Cultura do Sesc, Lili Machado.


Nesta sexta-feira, durante a abertura da Mostra, haverá a apresentação da dissertação “A Fantasia e o Real na Literatura Infanto-juvenil de Assis Brasil: por uma função emancipatória”, do professor, Dheiky Rego, da Universidade Estadual do Maranhão.

Também haverá a encenação da obra “Os que bebem como os cães”, pelo coletivo Piauhy Estúdio das Artes. E para finalizar será lançado o livro do estudante Raílson Cauã Gomes.

A Mostra estará aberta ao público durante o mês de fevereiro, com visitação de segunda a sexta-feira, no Sesc Centro.

PROGRAMAÇÃO:

9h – bate papo com escritor Assis Brasil 
9h40 - Apresentação da dissertação do professor Dheiky Rocha

10h10 – Encenação da obra “Os Que Bebem Como os Cães” - Coletivo Piauhy Estúdio das Artes
10h50 - Lançamento do livro do escritor Raílson Cauã Gomes

Edição: Jornal da Parnaíba

Carlson Pessoa vota a favor de reajuste dos professores e reforça seu compromisso com a educação de Parnaíba



Na sessão ordinária desta quarta-feira (15/02) o Vereador Carlson Pessoa (PPS) votou a favor do projeto 4.179/2017 que concede reajuste ao vencimento básico aos professores da rede municipal de ensino 7,64% ativos e inativos. Carlson parabenizou a categoria representada pelo Sindicato dos Trabalhados em Educação – SINTE. O vereador também parabenizou o prefeito Mão Santa que fez cumprir o piso salarial dos professores.
“O prefeito Mão Santa está de parabéns, ele se mostrou sensível e acabou com a celeuma deixa pelo governo passado e já tenho uma informação extraoficial que ele pretende pagar os professores a partir do dia 22 de fevereiro. No passado os professores sofreram muito porque a gestão anterior tratava os professores com desrespeito” disse o líder do governo.





Pelo cronograma da Prefeitura, os professores devem receber seus salários reajustados já com o salário em fevereiro e o pagamento deve ser normalizado em março. O vereador Carlson se solidarizou com os professores da Rede Estadual de ensino que também sofre com o descaso da gestão petista, o Governo do Estado quer parcelar o reajuste e os professores ameaçam entrar em greve. 
“Quero também me solidarizar com os professores da Rede Estadual de ensino, é uma falta de respeito o Governo do Estado tentar parcelar um direito garantido por lei. Aqui em Parnaíba o nosso prefeito mostrou sensibilidade e visão de futuro, pois a educação merece e precisa ser valorizada” finalizou o edil.
Ascom

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

O que você precisa saber sobre se exercitar durante a menstruação

Quando chegam aqueles dias, tudo o que você quer é se enfiar debaixo das cobertas com uma compressa de água quente, suas comidinhas favoritas e deixar o treino para outro dia. Mas a verdade é que vencer o cansaçõ e a cólica pode ser uma boa ideia para manter sua rotina fitness e até trazer benefícios para os sintomas menstruais. Veja o que você precisa saber sobre se exercitar neste período:
O tipo de treino importa
Claro que qualquer exercício é melhor do que nenhum, mas para colher mais benefícios, escolha um treino de alta intensidade. As endorfinas ajudam a aliviar a dor e seu corpo a se livrar das prostaglandinas, substâncias químicas produzidas durante a menstruação (e em outras ocasiões, como quando você se lesiona) que podem causar inflamação, contrações musculares, dor e febre. Portanto, quanto mais endorfinas você libera, menos dor você sente!
Precisa de outra razão para escolher fazer um treino HIIT em vez da ioga? Hormônios sexuais. Os níveis de progesterona e estrogênio estão em seu ponto mais baixo durante a menstruação. Isso significa que seu corpo é capaz de acessar carboidratos e glicogênio mais facilmente do que quando o estrogênio está em um ponto alto (no meio de seu ciclo). Resultado: o combustível que seu corpo precisa para um treino superintenso está mais prontamente disponível.
ciclo-menstrual
© image/jpeg ciclo-menstrual

Cardio é melhor do que musculação

Se seu objetivo é aliviar os sintomas, você deve se concentrar mais na esteira e menos nos pesos. Um estudopublicado no Crescent Journal of Medical and Biological Sciences mostra que há uma relação direta entre a capacidade aeróbia e a gravidade dos sintomas da TPM: quando a quantidade de exercícios aeróbicos aumenta, os sintomas da TPM diminuem. Em se tratando de exercícios anaeróbios (musculação), os pesquisadores não encontraram nenhuma conexão significativa.
Além disso, a temperatura do seu corpo é mais baixa quando você está menstruada graças à queda nos hormônios. Isso significa que você pode armazenar mais calor sem esgotar seu sistema nervoso central. Como você tira vantagem disso na prática? Os tiros de corrida vão ficar mais fáceis!

O exercício ajuda com os sintomas

Ok, o exercício não reduzirá seu fluxo na hora (apesar de estudos já mostrarem que isso pode acontecer em longo prazo). Porém, suar o top pode ser benéfico para outros sintomas. Quando você transpira, seu corpo está eliminando água, o que pode aliviar o inchaço comum naqueles dias. Além disso, pesquisas publicadas no Crescent Journal of Medical and Biological Sciences mostram que se você malha três vezes por semana, especificamente fazendo exercícios que elevam sua frequência cardíaca, sintomas como dor de cabeça, fadiga e dores podem ser reduzidos.

Você não fica mais suscetível à lesões

Apesar de algumas pessoas acreditarem nisso, não há razão para se preocupar mais do que o normal com risco de lesões – apenas fique atenta com seu nível de cansaço e concentre-se para executar os movimentos de forma correta!

Sua performance continuará a mesma

A menos que você tenha um fluxo extremamente intenso, não é provável que o desempenho do seu treino caia. Em um estudo com 241 atletas de elite sobre como o ciclo menstrual afetava o desempenho, os pesquisadores observaram que cerca de 62% das mulheres acreditavam que sua performance era tão boa quanto quando não estavam menstruadas. E se você está pensando que isso é só por que são atletas de elite, não é bem assim. Outro estudo da Universidade West Virginia, nos Estados Unidos, descobriu que, quando analisados durante a primeira e a segunda metade de seus ciclos menstruais, corredoras ainda se saíam tão bem quanto quando estavam fora do ciclo. Então vamos lá, amarre o tênis! É hora de começar a suar.
Fonte: Boa Forma

É errado chamar médico e advogado de “doutor”?

© Foto: Andrey Popv/Getty Images
Não. Mas também não é correto. Segundo os dicionários modernos, você pode chamar de “ doutor ” qualquer um que tenha concluído um doutorado, seja a pessoa formada em agronomia, seja em zootecnia. O costume de chamar advogado e médico de “ doutor “, mesmo aqueles sem doutorado, vem do Brasil colônia, pois na época a maioria dos jovens ricos que estudavam fora cursava medicina ou direito. Além disso, em 1827, dom Pedro 1º decretou que aquele que concluísse os cursos de ciências jurídicas e sociais no Brasil deveria ser tratado como “ doutor “. O decreto caiu em desuso com o tempo, e hoje vale a regra do dicionário. Já os médicos continuam sendo chamados assim por tradição – reforçada por boa parte da própria classe médica, que usa o termo em cartões de visita, placas de identificação e perfis nas redes sociais, por exemplo.
Patentes acadêmicas
Entenda o significado de alguns títulos
Bacharel
No Brasil, o bacharelado é concedido a quem concluiu o ensino superior e é válido na maior parte dos cursos de graduação, como engenharia, letras, direito, economia, medicina e comunicação, entre outros. Bacharéis podem praticar a profissão, mas não lecionar sua disciplina na academia.
Licenciatura
É outra forma de concluir a graduação, mas essa capacita o estudante a trabalhar como professor na academia. Embora um licenciado já possa dar aulas em curso superior, é improvável que ele seja contratado por uma universidade sem dar sequência à carreira acadêmica, com cursos de mestrado, doutorado e pós-doutorado
Mestrado
No Brasil, é um curso de pós-graduação que possui entre dois e cinco anos de duração e que concede o título de mestre. No final do curso, o mestrando deve apresentar uma tese de dissertação a respeito de um tema de sua escolha e defendê-la diante de uma banca composta de professores doutores da universidade
Doutorado
Assim como o mestrado, capacita o acadêmico a desenvolver estudos e pesquisas mais abrangentes sobre o campo científico que escolheu em sua graduação. Os critérios para entrar e concluir o doutorado costumam ser mais exigentes do que os do mestrado
Ph.D.
O termo tem origem do latim Philosophiae Doctor, ou “doutor em filosofia”. Mas essa nomenclatura é mais comum nas universidades anglossaxônicas, já que no Brasil o título é equivalente ao de doutor. Os requisitos variam em cada país, mas, de qualquer jeito, é necessário ter um excelente currículo acadêmico e um histórico de publicações em revistas científicas
MBA
“Master in Business Administration”, ou “mestre em administração de negócios”, é um curso de especialização em administração de empresas. Diferentemente das outras pós-graduações, o MBA pode ser feito por estudantes graduados em qualquer área.
Fonte: Mundo Estranho

O mistério das 25 toneladas de dinheiro venezuelano encontradas no Paraguai

Policiais paraguaios com sacos de cédulas
A polícia do Paraguai apreendeu tanto dinheiro venezuelano na cidade de Salto del Guairá, na fronteira com o Brasil, que até agora só conseguiu saber o peso das notas de bolívar: 25 toneladas.
As cédulas, de procedência irregular e diferentes valores, estavam dentro de sacos na propriedade de um conhecido comerciante de armas paraguaio. A apreensão foi feita na última sexta-feira.
Em comunicado, a polícia paraguaia informou que o dinheiro seria usado para a compra de dólares no mercado negro da Venezuela ou que o seu papel serviria para a falsificação de dólares.
Por enquanto, a única certeza é que a maioria das notas é de 100 e 50 bolívares.
Salto del Guairá fica na fronteira com a cidade de Guaíra, no Paraná.
Notas venezuelanas achadas pela policía do ParaguaiDireito de imagemAFP
Image captionA maioria das notas apreendidas é de 100 e 50 bolívares

Pequeno valor

A Venezuela tem uma das maiores taxas de inflação do mundo - por isso, o valor de cada cédula é muito pequeno. No mercado negro local, 100 bolívares podem ser trocados por US$ 0,03.
No fim do ano passado, o governo do país denunciou que sua moeda - principalmente as notas de 100 bolívares, então as de maior valor - estava sendo contrabandeada do país.
Policiais paraguaios abrindo os saco de dinheiroDireito de imagemPOLICÍA DE PARAGUAY
Image captionPolícia do Paraguai acredita que cédulas seriam usadas na falsificação de dólares
A consequência foi um anúncio, feito em meados de dezembro pelo presidente Nicolás Maduro: a cédula de 100 bolívares seria tirada de circulação e outras, de valor maior, criadas.
A medida foi adiada várias vezes, já que os bolívares de valor maior não ficaram prontos a tempo e muitos venezuelanos não conseguiram depositar ou trocar as notas no exíguo prazo fixado pelo presidente.
O novo prazo estabelecido para o recolhimento das notas de 100 bolívares é 20 de fevereiro.
É por isso que uma das linhas de investigação da polícia paraguaia é a de que o papel utilizado nas cédulas, "considerado de alta qualidade", seria destinado à impressão de dólares falsos.

Reunião da início as negociações para realização da FEPEME 2017



Após três anos sem sua realização, o governo Mão Santa traz novamente para Parnaíba, a tradicional e esperada Feira da Micro e Pequena Empresa (Fepeme). O ponta pé inicial para a realização da feira aconteceu na tarde de ontem (14) em uma reunião no Porto das Barcas entre o secretário municipal de Projetos Especiais e Desenvolvimento Econômico, Onofre Martins, o presidente da Associação Comercial de Parnaíba, Luís Pessoa, a gerente da unidade regional do Sebrae de Parnaíba, Isabela Carine e representantes da Superintendência de Turismo.

A discussão girou em torno dos dados para a elaboração do projeto da Fepeme 2017 com duas opções de locais: no Dunnas Shopping ou no Porto das Barcas. De acordo com os organizadores, o local que tradicionalmente era realizado no Porto das Barcas poderá ser transferido para o Dunnas Shoppping, pela necessidade de um espaço maior.

A diretoria do shopping será consultada nos próximos dias acerca da viabilidade da parceria. A Fepeme 2017 acontecerá entre 6 a 9 de julho e, juntamente com a feira, ocorrerá o Festival de Negócios com a participação de empreendedores de vários municípios.
  
A Feira de Negócios visa apoiar os pequenos empreendimentos locais a fim de impulsionar a economia e fazer a região crescer.                                                                                                 

ASCOM - PMP    

Arrastão do Carnaval acontecerá neste sábado em Parnaíba

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Site nacional mostra que detentos no Piauí fazem réplica de pistola com palitos de picolé

A pistola estava escondida em uma sacola dentro de uma cela com oito detentosPalitos de madeira para fazer picolé deram forma à réplica de uma pistola .40, com direito a carregador de munição e detalhes minuciosos. O simulacro de arma estava em fase de pintura para ser usado por presos da Penitenciária Estadual de Esperantina (PI), mas a réplica foi apreendida durante revista nas celas do presídio, na segunda-feira (13), depois da fuga de 11 detentos registrada no fim de semana.
Segundo o Sinpoljuspi (Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí), após a fuga dos presos ocorrida por um túnel, agentes penitenciários fizeram a contenção dos internos e realizaram revistas no domingo (12) e na segunda, quando encontraram a arma de madeira. 
Durante a vistoria nas celas, os agentes descobriram uma carta solicitando a confecção de uma arma com palitos de picolé aos presos que fazem artesanato e intensificaram a procura para tentar encontrar o objeto.
A mensagem da carta não contém nomes dos presos que encomendaram o material e nem de quem o confeccionou.
A pistola estava escondida em uma sacola dentro da cela 9, do pavilhão C, onde oito presos estão custodiados. Segundo a direção do presídio, nenhum dos detentos admitiu a quem pertencia o material e todos eles serão responsabilizados legalmente pela arma artesanal.
A Sejus (Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania do Piauí) informou que os presos responsáveis pela confecção da pistola de madeira foram identificados e "está adotando as medidas necessárias sobre o caso", sem especificá-las.
"Nenhum dos presos se acusou como dono ou artesão que fez o simulacro de arma. Os presos sabem do que se trata e para que iria servir, por isso eles não abrem o jogo", explicou o presidente do Sinpoljuspi, José Roberto Pereira.
"Ela é tão perfeita e estava pronta para ser pintada. Quando estivesse finalizada, facilmente seria confundida com uma arma de verdade. Acreditamos que, no momento oportuno, os presos que arquitetaram confecção dessa arma de madeira estariam organizando uma fuga e iriam render algum servidor pra soltar o restante dos presos", explicou o vice-presidente do Sinpoljuspi, Kleiton Holanda.

Artesanato

Os palitos de picolé são um dos materiais autorizados pela Sejus para os presos ocuparem o tempo do cumprimento da pena na confecção de objetos de decoração. Mas, na penitenciária de Esperantina, segundo o Sinpoljuspi, não existe um local específico para presos artesãos fazerem seus trabalhos sob monitoramento de agentes penitenciários.
Os presos que fazem artesanato ou prestam serviços dentro de unidades prisionais têm um dia de remissão a cada três trabalhados.

Superlotação

A penitenciária de Esperantina tem capacidade 140 internos, mas está superlotada, com 400 presos. Segundo o Sinpoljuspi, cerca de quatro agentes penitenciários trabalham na unidade prisional por plantão.
De acordo com a resolução 11/2010 do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, é recomendada a presença de um agente penitenciário a cada grupo de cinco presos.
Fonte: Uol