sábado, 30 de janeiro de 2016

Em Parnaíba motociclista morre ao colidir em cachorro

Um homem morreu após um acidente de moto no final da tarde deste sábado (30), na Rua Caiapós no bairro Pindorama, em Parnaíba (PI). Julio Cesar dos Santos Amaral de 37 anos perdeu o controle da motocicleta ao tentar desviar de um cachorro que estava solto na rua.


O acidente aconteceu quando Julio voltava da loja de contabilidade onde trabalhava. Segundo vizinhos, ao tentar desviar do cachorro, ele perdeu o controle da moto bateu com a cabeça no calçamento, o socorro foi chamado, mas nada pode ser feito, Julio teve morte imediata, estava provavelmente sem capacete. 

O Instituto de Criminalística esteve no local fez os procedimentos e após a perícia o corpo foi encaminhado ao IML no bairro Frei Higino. A Polícia Militar também registrou o ocorrido.


Por: Gleitowney Miranda/Blog do Pessoa

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

IBGE encerra inscrições de concurso para 600 vagas; organizadora é FGV

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) encerra nesta quinta-feira (28) as inscrições de dois concursos públicos para o total de 600 vagas: 140 vagas para os cargos de analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas e de tecnologista em informações geográficas e estatísticas, ambos de nível superior de escolaridade, e 460 para técnico em informações geográficas e estatística, de nível médio.
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
Inscrições
De 4 a 28 de janeiro de 2016
Vagas
600
Salário
De R$ 3.319,45 a R$ 9.396,88
Taxa de inscrição
R$ 49 e R$ 69
Prova
10 e 17 de abril
Aos candidatos que se declararem negros será reservada a cota de 20% das vagas para cada cargo.

Nível superior
Para nível superior, são 90 vagas para o cargo de analista e 50 vagas para o cargo de tecnologista.
Para o cargo de analista há vagas nas áreas de análise de projetos, análise de sistemas/desenvolvimento de aplicações - web mobile, análise de sistemas/desenvolvimento de sistemas, análise de   sistemas/suporte operacional, análise em biodiversidade, auditoria, ciências contábeis, design instrucional, educação corporativa, engenharia agronômica, engenharia civil, geoprocessamento, jornalismo/redes sociais, orçamento e finanças, planejamento e gestão, processos administrativos disciplinares, recursos humanos - administração de pessoal, recursos humanos -  desenvolvimento de pessoas e recursos materiais e logística.
Para tecnologista, as vagas são em biblioteconomia, economia, engenharia  cartográfica, engenharia  florestal, estatística, geografia e programação visual/web-design.
O total da remuneração bruta poderá chegar a R$ 7.662,49 para os servidores sem titulação, a R$ 8.055,41 para os portadores de certificado de especialização, a R$ 8.448,33 para os portadores de título de mestre e a R$ 9.396,88 para os portadores de título de doutor.
Das 140 vagas, 118 são para o Rio de Janeiro e 22 para os seguintes estados: Amazonas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal, sendo 8 vagas reservadas para pessoas com deficiência e 8 para candidatos negros.

A seleção contempla aplicação de provas objetivas para todas as áreas de conhecimento dos cargos de analista e de tecnologista; aplicação de prova discursiva para o cargo de analista - área de conhecimento de análise de sistemas/desenvolvimento de sistemas; aplicação de prova prática para o cargo de analista - área de conhecimento de design instrucional e para o cargo de tecnologista - área de conhecimento de programação visual/webdesign.
A prova objetiva para os cargos de analista e tecnologista, exceto analista - área de conhecimento de análise de sistemas/desenvolvimento de sistemas, será realizada no dia 10 de abril de 2016, das 13h às 17h, segundo o horário oficial da cidade de Brasília-DF.
A prova objetiva para o cargo de analista - área de conhecimento de análise de sistemas/desenvolvimento de sistemas será realizada na cidade do Rio de Janeiro no dia 10 de abril de 2016, das 13h às 18h, juntamente com a prova discursiva.
Nível médio
As vagas para técnico em informações geográficas e estatística são para várias cidades do país. Das 460 vagas, 24 são reservadas para pessoas com deficiência e 59 para candidatos negros. Essas vagas estão distribuídas por 165 municípios de 24 estados e no Distrito Federal.

O total da remuneração bruta para técnico em informações geográficas e estatística poderá chegar a R$ 3.319,45 para os servidores sem gratificação de qualificação, que ocorre de acordo com os cursos que o candidato possuir, e a R$ 4.858,61 para os que possuem cursos de graduação ou pós-graduação, em nível de especialização, mestrado ou doutorado.
A seleção será feita por meio de prova objetiva, que será no dia 17 de abril, das 13h às 17h.
Inscrições
As inscrições devem ser feitas de 4 a 28 de janeiro de 2016 pelo sitewww.fgv.br/fgvprojetos/concursos/ibge. A taxa é de R$ 69 para os cargos de nível superior e de R$ 49 para nível médio.
Os candidatos inscritos realizarão as provas no município no qual optaram por concorrer às vagas.
Serão concedidos auxílio-alimentação, no valor de R$ 373 e auxílio-transporte. Poderão ser concedidos benefícios a título de assistência à saúde (médica e odontológica), opcional, ao servidor e aos seus dependentes, com valores que variam entre R$ 82,83 e R$ 167,70 por pessoa, conforme a remuneração e a idade do servidor. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais, sendo oito horas diárias.

O resultado final do concurso de nível médio está programado para 30 de maio de 2016, e o de nível superior para o dia 13 de junho.

Acidente na rotatória do mirante deixa duas pessoas feridas

Duas pessoas foram ao hospital após um acidente na rotatória do mirante, cruzamento das avenidas Dep. Pinheiro Machado com São Sebastião em Parnaíba. O fato ocorreu na noite desta quarta-feira (27/01) por volta das 23 horas.


Testemunhas disseram que o carro seguia na Av. Pinheiro Machado sentido centro quando foi surpreendido por um jovem em uma moto que teria invadido o sinal vermelho. Com a colisão na lateral da SW4 o motociclista ficou bastante ferido e uma mulher que seguia ao lado do motorista também se feriu com os estilhaços de vidro quebrado com o impacto.


O SAMU foi ao local socorrer as duas pessoas que foram levadas ao hospital Dirceu Arcoverde. Uma viatura da Polícia Militar se encontrava no local mantendo a ordem enquanto parte dos envolvidos aguardavam a Polícia Rodoviária Federal.
Por: Denílson Freitas/Veja PHB

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Ao tentar roubar, adolescente apanha e tem arma quebrada na cabeça


Fato aconteceu na noite desta terça (26) em Parnamirim, na Grande Natal. 
Adolescente, que tem 17 anos, também teve o braço quebrado pelas vítimas.

Do G1 RN
Suspeito de tentar assaltar um grupo de pessoas na noite desta terça-feira (26) em Parnamirim, cidade da Grande Natal, um adolescente de 17 anos foi rendido e agredido pelas próprias vítimas. O revólver que o menor empunhava foi tomado e quebrado na cabeça dele.
Segundo a PM, o menor de idade e um comparsa tentaram roubar quatro pessoas que chegavam em casa, no bairro de Bela Vista. As vítimas perceberam que a arma estava sem balas e reagiram. Ao ser agredido, o adolescente ainda teve o braço fraturado. O comparsa conseguiu fugir.
Com a chegada da polícia, o menor foi levado para a delegacia juntamente com o revólver, que ficou em pedaços.
Revólver foi tomado do adolescente e quebrado na cabeça dele; arma ficou em pedaços  (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)Revólver foi tomado do adolescente e quebrado na cabeça dele; arma ficou em pedaços (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

INVERNO: Milhares de famílias do semiárido do PI aguardam distribuição de sementes

A chegada das chuvas mudou a paisagem no Piauí e tem animado os agricultores piauienses. Mas apesar da alegria, os trabalhadores do campo temem ficar prejudicados por conta da demora que houve na distribuição de sementes. Segundo a presidente da Federação dos Trabalhadores em Agricultura do Piauí (Fetag), Elisângela Moura, milhares de famílias aguardam o abastecimento.
“Nós estamos preocupados porque sabemos que na região do semiárido as chuvas começam mais cedo e o mês de janeiro seria o ideal para começar a distribuição das sementes. Também há uma grande aflição com relação aos animais, pois muitos agricultores já perderam seus bichos por falta de alimento”, disse.
A presidente da Fetag informou ainda que no ano passado foram gastos R$ 1,5 milhão com as sementes e esse ano já teve um valor significativo de R$ 2,5 milhões que foram adquiridos para a compra. Apesar da demora, ela informou que as sementes começarão a ser distribuídas.
Segundo Elisângela, as sementes serão distribuídas pela Secretaria de Desenvolvimento Rural nas 17 regionais do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) em todo o estado. O produto deverá atender mais de 60 mil famílias, número considerado insuficiente pela Fetag.
"Sabemos que ainda é insuficiente para a demanda, para o tamanho do estado, mas é o que temos. Ano passado foi gasto R$ 1,5 milhão com as sementes e esse ano já teve o valor significativo de R$ 2,5 milhões”, concluiu.
O secretário de Desenvolvimento Rural, Francisco Limma, informou que a distribuição das sementes no Sul do Piauí começou ainda na semana passada. Ele reconheceu que a quantidade de sementes não é suficiente, mas garantiu que existe um planejamento com o intuito de ampliar o programa.
"Nós estamos nos preparando para que o programa de semente possa ser mais amplo. Esse ano ela atende a um público prioritário, mas queremos que outros agricultores possam ter acesso, inclusive com o estado apenas subsidiando", comentou.
G1

Parnaíba e Luís Correia ficarão sem água por 14h nesta quarta-feira (27)

Abastecimento de água será interrompido por 14h no Litoral do Piauí (Foto: Divulgação/Agespisa)Abastecimento de água será interrompido por 14h no Litoral do Piauí (Foto: Divulgação/Agespisa)
A Agespisa fará nesta quarta-feira (27) a manutenção corretiva no sistema de bombeamento da captação de água bruta no Litoral do Piauí. Por conta do serviço, o abastecimento será interrompido nas cidades de Parnaíba e Luís Correia, das 6h às 20h.
O abastecimento será regularizado gradativamente após a conclusão do serviço e a medida que os reservatórios sejam reabastecidos. A previsão é que as cidades fiquem 14h sem água, mas caso o trabalho seja concluído antes do previsto, a regularização será antecipada.
A empresa recomenda o uso racional da água nesse período. No caso de reclamações de falta de água e vazamentos na rua, os moradores podem ligar 0800 086 8888. O serviço funciona 24 horas de segunda a segunda, inclusive nos feriados. A ligação é gratuita também de telefones celulares.
Ascom

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

PI tem longas filas e agências lotadas com volta de médicos peritos do INSS

Longas filas se formaram nas agências do INSS no Piauí  (Foto: Ellyo Teixeira/G1)Agência central do INSS no Centro de Teresina registrou longas filas (Foto: Ellyo Teixeira/G1)
Longas filas e agências lotadas foram registradas nesta segunda-feira (25) com a volta dos médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) ao trabalho no Piauí. Com os quatro meses de greve, cerca de 32 mil procedimentos foram reagendados no estado, segundo a Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (ANMP).
Apesar de retornar às atividades, a categoria permanece em estado de greve, o que significa que será mantido apenas o atendimento prioritário para quem vai fazer a primeira perícia para dar entrada a algum tipo de benefício. A expectativa, segundo a superitendência do órgão no Piauí, é de que esses atendimentos só sejam normalizados no final desse semestre.
Carlos Augusto Viana, superintendente no Piauí (Foto: Ellyo Teixeira/G1)Carlos Augusto Viana, superintendente do
INSS no Piauí (Foto: Ellyo Teixeira/G1)
“Somente em Teresina são seis agências, sendo que cinco delas fazem atendimento ao público e uma realiza atendimento jurídico. Durante a greve, 32 mil procedimentos foram reagendados em todo o estado. Com a volta dos peritos ao trabalho, todos os postos estão superlotados e estamos dando prioridade àquelas pessoas que estão procurando o benefício pela primeira vez”, afirmou.
Dona de casa Carla Ferreira  (Foto: Ellyo Teixeira/G1)Dona de casa Carla Ferreira (Foto: Ellyo Teixeira/G1)
A dona de casa Carla Ferreira esteve na agência do INSS da Rua Areolino de Abreu, no Centro de Teresina. Inconformada com a falta de atendimento e informação, a mulher chegou a chorar e implorar para que o caso do marido, que está com câncer de pulmão, seja resolvido.

“Já procuramos o INSS várias vezes e nunca resolveram nada. Meu marido de 62 anos está com câncer, sem trabalhar e, consequentemente, sem receber. Todas as vezes que procuramos atendimento os funcionários diziam que não poderíamos ser atendidos em Teresina, somente em Parnaíba porque a nossa documentação é de lá. Só que meu marido faz quimioterapia em Teresina e não tem condição de ir para o litoral só para fazer isso”, relatou a mulher.

Outro que estava inconformado com a situação foi o motorista Evaristo Gomes dos Santos, de 41 anos. O homem tem hérnia de disco e precisou de uma cirurgia em outubro do ano passado e teve a necessidade sair de licença do trabalho. Passados três meses ele contou que nunca recebeu nenhum tipo de benefício e muito menos fez a perícia.

“Durante esse tempo estou sem trabalhar, sem receber e muito menos foi atendido. Acho uma falta de respeito com o povo brasileiro. Agora quero ser atendido pelo menos para retornar ao trabalho, mas mesmo assim está difícil. Muitas pessoas assim como eu precisam ser atendidas. Não sei nem quando vou resolver minha situação”, relatou.

No Piauí, são 32 agências e 57 médicos peritos atuam no estado. A greve (a mais longa da categoria) foi iniciada no dia 4 de setembro do ano passado. Mais de 2 milhões de perícias deixaram de ser feitas desde então em todo o país, segundo a associação que representa os trabalhadores. O INSS fala em 1,3 milhão.
G1

Presos arrebentam cadeados, usam cordas e tentam fugir de cadeias no PI

Cadeados foram arrebentados na Casa de Custódia (Foto: Divulgação/PM)Cadeados foram arrebentados pelos detentos na Casa de Custódia (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Mais duas tentativas de fuga foram registradas no sistema penitenciário do Piauí entre a noite do domingo (24) e a madrugada desta segunda-feira (25). Na casa de Custódia de Teresina, os detentos arrebentaram os cadeados de uma cela e tentaram escapar por volta das 23h. Já emParnaíba, os presos usaram cordas e fios para tentar fugir pelo telhado da Penitenciária Mista durante a madrugada.
De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), Kleiton Holanda, a Polícia Militar foi acionada e conseguiu evitar a fuga na Casa de Custódia. Segundo ele, essa foi a quinta tentativa de fuga no local somente em esse ano e a 17ª no sistema prisional do estado.
Em Parnaíba, presos usaram cordas e fios na tentativa de fuga (Foto: Divulgação/Polícia Militar)Em Parnaíba, presos usaram cordas e fios na
tentativa de fuga (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
"Eles arrebentaram os cadeados e por pouco não conseguiram consolidar a fuga. A polícia foi chamada e todos os agentes também passaram a madrugada inteira em alerta no presídio para evitar novas tentativas. Esses cadeados foram colocados recentemente, logo após as rebeliões que ocorreram no presídio", falou Holanda.
A tentativa ocorreu nos pavilhões G e H da unidade prisional. Somente no pavilhão H são mais 144 detentos e juntos os dois somam cerca de 200 internos. Policiais da Companhia de Policiamento do Promorar foram os primeiros a ser chamados e tiros de advertência foram disparados durante a ação policial.
Em dezembro do ano passado, tanto a Casa de Custódia quanto a Penitenciária Mista de Parnaíba registraram rebeliões. Na capital, foram duas em menos de 48 horas e praticamente todos os detentos da unidade prisional se rebelaram reclamando das péssimas condições do presídio. Foram dois momentos de muita tensão, dentro e fora do presídio, já que familiares chegaram a derrubar grades e interditar a rodovia em protesto.
Em Parnaíba, na mesma semana, o presídio foi palco de uma rebelião que deixou quase todos os setores da penitenciária com marcas da ação dos presos. Os detentos chegaram a atear fogo em colchões e outros materiais, chamas que só foram controladas após 12 horas pelo Corpo de Bombeiros. Homens da Tropa de Choque da Polícia Militar tiveram que ser acionados para controlar a situação.
G1